Investimentos

Carteira de investimentos: qual a importância e como montar?

24/08/2021

12 minutos de leitura

Carteira de investimentos: qual a importância e como montar?

Se você está começando agora sua jornada no universo do mercado financeiro já deve ter visto o termo carteira de investimentos em vários lugares.

A primeira coisa que você precisa entender antes de começar a investir é quais são as opções, produtos financeiros e títulos disponíveis no mercado.

Porque quando você olhar para essas opções, algumas vão fazer sentido para você e outras não.

Isso acontece porque cada pessoa tem um perfil de investidor diferente de acordo com seus objetivos e metas.

Então, para te ajudar a entender melhor sobre o assunto e como montar a sua carteira de investimentos, preparamos esse artigo para você.

Confira!

O que é uma carteira de investimentos?

o que é uma carteira de investimentos
Uma carteira de investimentos é formada pelas aplicações de ativos financeiros de um investidor.

Podemos dizer que ela é a estratégia que uma pessoa usa nos seus investimentos para obter o retorno desejado.

Queremos fazer diferente para fazer a diferença para você. Clique e faça parte do Meubank

Para que serve uma carteira de investimentos?

Ela funciona como um portfólio onde todos os ativos ficam rendendo, cada um de acordo com suas regras.

Montar uma carteira diversificada é a melhor maneira de proteger seu dinheiro nas baixas do mercado.

Como se diz popularmente, é, basicamente, não colocar todos os ovos na mesma cesta.

O que é uma carteira de investimentos recomendada?

A carteira recomendada é quando os pesquisadores do banco ou corretora analisam as oportunidades para montar uma estratégia de investimento conforme as probabilidades de rendimento dos ativos.

Por exemplo, para um investidor deixar de aplicar na renda fixa e passar para algo mais arriscado, ele precisa ter conhecimento e orientação para analisar as melhores oportunidades.

Então, os especialistas estudam o cenário provável. Dentro desse cenário, avaliam os setores da economia que se beneficiam, assim como os diferentes concorrentes, para descobrir qual empresa está mais preparada para avançar ou lucrar.

Essa é uma das formas que os analistas utilizam para encontrar e unir os ativos que possuem maior probabilidade de render ou até mesmo de compensar entre si os riscos em possíveis quedas.

Qual é a importância de montar uma carteira de investimentos?

carteira de investimentos
Para garantir um retorno justo do seu investimento, é preciso entender que sair da sua zona de conforto é necessário.

Isso porque pode parecer mais fácil e seguro continuar mantendo suas economias na caderneta de poupança, já que ela tem um rendimento mínimo, mas pelo menos não apresenta praticamente nenhum risco.

Porém, se você continuar pensando dessa maneira, vai perder oportunidades de fazer os melhores investimentos. E o que é pior: seu poder de compra vai diminuir, pois a poupança perde em muito para a inflação.

É importante manter uma carteira de investimentos diversificada, pois assim você equilibra os riscos e potencializa os rendimentos.

Quais as vantagens de ter uma carteira de investimento bem montada?

Separamos as principais vantagens de se montar uma carteira de investimento diversa. É importante que você abra sua mente se quer ter sucesso com seus investimentos.

1. Aproveitar as oportunidades

Quando você se dispõe a diversificar sua carteira, deve aproveitar as oportunidades que aparecem.

Essas oportunidades podem aparecer a qualquer momento, afinal o mercado financeiro é, muitas vezes, imprevisível.

2. Adaptação de objetivos

Estabelecer objetivos e metas é essencial para planejar sua estratégia de investimento. Você precisa ter definido em sua cabeça o que deseja alcançar.

Quando você diversifica sua carteira, consegue adaptar seus investimentos de acordo com esses objetivos, aplicando, por exemplo, em ativos de curto, médio e longo prazo, simultaneamente.

3. Diluição dos riscos

Se você investe todo seu capital em um único tipo de ativo, fica dependente do retorno e do prazo dele.

Por exemplo: se investir apenas na renda fixa, pode perder a oportunidade de bons ganhos. E se manter tudo na renda variável corre o risco de perder rendimento por variações do mercado.

Então investir em ativos diferentes traz um equilíbrio para seus negócios.

Como é composta uma carteira de investimentos?

composição da carteira de investimentos

A carteira de investimentos é composta por diferentes ativos, que podem ser do mesmo segmento ou não.

Você pode escolher se prefere aplicar todo seu capital em ativos de renda fixa para manter a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) nas aplicações, por exemplo, investindo em títulos como o Tesouro, LCIs e LCAs simultaneamente.

Ou pode optar por diversificar a carteira e investir em ativos distintos, como renda variável e renda fixa, para garantir o ganho e o rendimento ao mesmo tempo.

A escolha de quais ativos investir vai depender dos seus objetivos, do seu perfil e da estratégia que prefere utilizar.

Dicas de como montar uma carteira de investimentos

como montar uma carteira de investimentos

A seguir vamos ver algumas dicas que você pode seguir para ajudar a definir em quais ativos investir na hora de montar sua carteira de investimentos.

A carteira de investimentos ideal depende do seu perfil

O primeiro fator que você precisa identificar na hora de decidir em quais ativos vai investir é o seu perfil de investidor.

A partir dessa definição, vai ficar mais claro para você qual plano seguir. Lembre-se que todos os perfis devem ter em sua carteira composições diversas entre renda fixa e variável. O que irá diferenciar um perfil do outro é a proporção. ;)

Vamos ver as principais características de cada perfil investidor:

Conservador

O perfil conservador é aquele investidor que quer garantir seu dinheiro. Conforme vamos ficando mais velhos tendemos a ser mais conservadores, pois preferimos a estabilidade ao risco.

Os ativos predominantes na carteira de um conservador são os de renda fixa e baixo risco, como Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA.

Moderado

No perfil moderado, o investidor busca segurança e estabilidade com possibilidade de ganhos maiores, por isso ele está disposto a correr mais risco investindo em ativos de médio e longo prazo.

Eles costumam variar os tipos de ativo de acordo com seus objetivos, investindo cerca de 60% das aplicações em ativos de renda variável, como ações na bolsa de valores, criptomoedas e ETFs e aplicando o restante na renda fixa.

Agressivo

O perfil agressivo é aquele investidor que está mais focado nos ganhos! Ele não tem tanto medo do risco e está disposto a investir em aplicações com possibilidade de rendimentos mais altos, ainda que não sejam garantidos.

Esse investidor costuma aplicar cerca de 80% em ativos de renda variável como para gerar mais rendimento e mantém a outra parte das aplicações em ativos de renda fixa com maior liquidez, caso precisem de um resgate imediato.

Escolha uma estratégia de investimentos

É importante escolher uma estratégia de investimento para seguir, então listamos as principais para você pesquisar e estudar cada um.

  1. Buy and Hold
  2. Value Investing
  3. Estratégia de investimento em dividendos
  4. Dogs of the Dow
  5. Growth Investing
  6. Estratégia de investimento em Small Caps
  7. Estratégia de investimento Dollar Cost Averaging
  8. Green Trading
  9. Estratégia de investimento em setor
  10. Investimentos Long & Short

Como classificar os ativos

Você precisa ter claro em sua mente a classificação dos ativos para definir a escolha dos que serão aplicados na sua carteira.

Eles são classificados como:

Ativos de Renda Fixa

Quando o dinheiro rende a uma taxa de retorno fixa, podendo ser prefixada (quando você tem conhecimento da taxa antes mesmo de aplicar) ou pós-fixada (quando a taxa é atrelada a um indexador e você tem conhecimento dela somente no resgate).

Exemplos mais comuns:

  • CDB
  • LCI e LCA
  • LC
  • Tesouro Direto
  • Debêntures
  • Fundos de Renda Fixa

Ativos de Renda Variável

Os ativos são de renda variável quando não é possível saber a quanto irão render, pois, ele depende da valorização, dos lucros e dividendos.

Os exemplos são:

  • Ações da bolsa de valores
  • Ações de empresas
  • ETEF
  • Fundos multimercados
  • Fundos imobiliários
  • Criptomoedas (Bitcoin, etc.)

Existe uma carteira de investimentos ideal?

carteira de investimentos ideal

A carteira de investimentos ideal é aquela formada por ativos que atendem às suas necessidades!

Por exemplo, se você pretende fazer uma viagem nas suas próximas férias, mas quer deixar seu dinheiro aplicado para render até lá, precisa escolher ativos que te possibilitem esse objetivo.

Em uma situação assim você precisa de um ativo com prazo definido e taxa de rendimento fixa porque se escolher uma taxa variável corre até o risco de perder seu dinheiro no momento do resgate.

Então, na verdade, o ideal é ter suas metas definidas antes de montar sua carteira, pois assim você vai poder dividir suas aplicações conforme seus objetivos.

Ou seja, a carteira de investimentos ideal é diferente para cada investidor.

O que uma carteira de investimentos diversificada deve conter?

Diversificar sua carteira é a melhor maneira de proteger seu patrimônio, pois quando você divide seus investimentos em diferentes tipos de ativos divide também os riscos que cada um oferece.

Não existe uma regra certa de quais tipos de investimentos devem estar na sua carteira para deixá-la diversificada, tudo depende do período financeiro que você se encontra e os objetivos que deseja atingir com seus investimentos.

Defina suas metas e coloque um prazo para cada uma delas.

Claro que pode haver imprevistos no meio do caminho, por isso é importante investir uma parte em ativos mais seguros e com maior liquidez como reserva de emergência.

Provavelmente, você terá também metas a longo prazo e para esses casos os investimentos de maior risco podem valer mais a pena, pois oferecem maior rendimento.

O principal é ter planejamento sempre!

Em breve sua sua conta digital com novos investimentos. Faça parte do Meubank

Conclusão

estratégias para a carteira de investimentos

Montar uma boa carteira de investimentos é a estratégia que o investidor adota para rentabilizar suas aplicações de maneira segura.

Entender as opções que o mercado financeiro oferece vai ajudar muito na escolha dos investimentos.

Basicamente, existem as opções de ativos de renda fixa e de renda variável: enquanto um te traz mais segurança, o outro te oferece maior rendimento.

Identificar o seu perfil de investidor também é necessário, pois com base nele você vai encontrar a melhor estratégia para começar a montar sua carteira.

Ter uma carteira de investimento diversificada é importante para diminuir os riscos, já que assim você divide suas aplicações em diferentes ativos com diferentes prazos.

Lembre-se dos ovos todos na mesma cesta, mas os ovos nesse caso é o seu dinheiro. Então você precisa dividir as cestas com muita atenção para garantir que se uma cair as outras estarão seguras.

É importante contar com profissionais especializados e confiáveis na hora de montar sua carteira de investimentos, pois é o seu patrimônio que está em jogo.

Aqui no Meubank você terá todo o suporte necessário para manter seus investimentos seguros e com bons rendimentos.

Fique por dentro das novidades

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo assim que sair.